2022
jul
26
Notícias

Universitária de 69 anos cursa Psicologia visando ajudar pessoas contra o adoecimento mental 

Nunca é tarde para estudar. A frase pode ser comprovada pela estudante do segundo período do curso de Psicologia do Unileste, Maria Izabel Peixoto Hanaoka, de 69 anos. A universitária, que tem o curso de História como sua primeira formação, decidiu se dedicar ao estudo da psicologia em agradecimento aos profissionais que tanto a auxiliaram em sua trajetória de vida, e para ajudar pessoas em situações de conflito.

Maria Isabel, assim como todos os estudantes veteranos do Unileste iniciaram as aulas do segundo semestre de 2022 ontem (25), e conta como ingressou na graduação. “Eu sempre sonhei em ser psicóloga, mas a vida me levou para outros caminhos. Quando me aposentei, me acomodei e acabei adiando, mais uma vez, esse sonho. Apesar de fazer terapia há muitos anos, com a chegada da pandemia, a necessidade do distanciamento social e o isolamento em casa, eu experienciei o quanto o meu acompanhamento psicológico foi essencial para a minha saúde, nesse período. Pensando em como eu poderia ajudar pessoas que não têm esse acompanhamento, decidi ingressar na graduação de Psicologia, no primeiro semestre de 2022”.

Segundo Alexandre Henrique da Silva Cotta, colega de turma da universitária, a experiência de Maria Isabel tem deixado as aulas ainda mais interessantes. “É satisfatório buscar junto com ela a realização desse sonho comum nosso, de nos tornar psicólogos. Estou na minha primeira graduação e é um privilégio aprender um pouco com as histórias e experiências dela. Nos tornamos bons amigos e um ajuda o outro em suas dificuldades. Sou muito grato por tê-la como colega de graduação e amiga.”

Para o coordenador do curso de Psicologia, Dr. Eustáquio de Souza, que já teve a oportunidade de lecionar para outros graduandos em segunda ou terceira formação, é um prazer ser professor da estudante Maria Izabel. “Este exemplo, além de trazer inspiração àqueles que desejam realizar sonhos, também fomenta a força e a esperança que precisamos para lidar com os desafios do campo da saúde mental, especialmente agora, quando vivemos impactos decorrentes da pandemia.”  

O coordenador ainda acrescenta que “carecemos da força da psicologia e da experiência de pessoas como a Sra. Maria Izabel, para atuarmos na linha de frente no campo da saúde mental, em consonância com as premissas que norteiam o funcionamento dos sistemas de saúde e do nosso Centro de Atendimento Psicológico (CAP).” 

Centro de Atendimento Psicológico 

O CAP do Unileste oferece atendimento psicológico especializado à comunidade. O acolhimento é feito por estudantes dos últimos períodos da graduação de Psicologia, de forma presencial ou remota, sob supervisão de professores experientes e especializados. Os atendimentos fazem parte das disciplinas de estágio obrigatório do curso. Entre os serviços prestados, estão: orientação profissional; plantão psicológico; orientação à queixa escolar na infância e na adolescência; psicoterapia com crianças; psicoterapia com adolescentes e adultos; e psicoterapia de idosos.

Publicado por Érica da Costa Soares Rocha

Notícias Recentes

10 agosto 2022
UBEC celebra 50 anos de dedicação à missão de educar 
10 agosto 2022
Programação Festival Universitário