2020
ago
14
Geral

Docente do Unileste tem artigo publicado na Revista Motriz de Educação Física da UNESP

O docente do curso de Educação Física, Dalton Pinheiro, teve o artigo “The three and six-substitution rules in football: a preliminary comparative analysis in quantitative replacing, game statistics, win rate and winning probability” (As regras de três e seis substituições no futebol: uma análise comparativa preliminar da substituição quantitativa, estatísticas de jogo, taxa de vitória e probabilidade de vitória) publicado na  Revista Motriz de Educação Física. O trabalho foi produzido em coautoria com os pesquisadores Carlos Fernando Braz Ribeiro (egresso do Unileste), Leonardo dos Santos Siqueira e Cristiano Diniz da Silva.

O estudo analisou os efeitos das regras de substituição de 3 e 6 jogadores nos padrões de substituição, estatísticas de jogo, taxa de vitória e probabilidade de vitória no maior torneio de futebol sub-20 do Brasil: a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Desta forma, foram analisadas 1.339 partidas da Copa, considerando o total de seis anos: três temporadas com o máximo permitido de três substituições e outras três para seis substituições.

Os pesquisadores concluíram que, no geral, as seis substituições causaram efeitos menores nas métricas analisadas. Para os autores, compreender as estratégias de substituição e a motivação da mesma, bem como os efeitos do desempenho individual e coletivo e se haverá mudanças no perfil de jogo se tornarão questões de pesquisa relevantes quando um maior número de regras de substituição forem implantadas universalmente.

De acordo com o docente, mesmo sendo o futebol uma modalidade de lentas mudanças nas regras, é provável que o número de substituições seja pauta de discussões nos próximos anos. “O estudo foi motivado pela constante discussão entre a diferença existente no número de substituições do futebol de base, especialmente as categorias sub-15, sub-17 e sub-20 e o profissional, tendo em vista que pouco se discute, ou se discutia, antes da pandemia, o número de substituições no profissional”, afirma Dalton.

Clique aqui para conferir o artigo.

Fique por dentro: a regra das três substituições no futebol passou a vigorar em 1995. Durante o período de pandemia, a International Football Association Board (IFAB), órgão que regula as regras do futebol, seguiu a recomendação da FIFA e autorizou que as equipes façam até cinco substituições em cada jogo.

A publicação

A Motriz é uma revista científica lançada em 1995 e publicada trimestralmente pelo Departamento de Educação Física, parte do Instituto de Biociências da Universidade Estadual Paulista (UNESP). O objetivo da publicação é disseminar o conhecimento da ciência do exercício, relevante para todos os pesquisadores e profissionais que envolvam pesquisas básicas ou aplicadas.

Publicado por Ana Cláudia Richardelli

Notícias Recentes

17 junho 2024
Finalizada a Copa Intercursos Unileste 2024
13 junho 2024
Netiqueta: comunicação eficaz no mundo online
13 junho 2024
Unileste recebe Seminário Legislativo para criação de Estatuto da Igualdade Racial