2023
nov
21
Psicologia

Psicologia: estudantes apresentam Pesquisa no UBUNTU

Entre os dias 13 e 15 de novembro, estudantes do curso de Psicologia do Unileste, marcaram presença no UBUNTU – 2º Colóquio Internacional de Decolonização e Psicanálise, realizado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O evento proporcionou um espaço de diálogo e reflexão sobre questões cruciais relacionadas à descolonização do pensamento psicanalítico. 

Durante a reunião, os estudantes Victor Viana e Júlia Teodoro, com o direcionamento da professora Marcela Fernanda de Souza, se destacaram ao apresentar o trabalho “Práticas educativas antirracistas de famílias negras: contribuição para a formação da identidade de crianças negras”. O projeto representa um recorte significativo da pesquisa de Iniciação Científica, intitulada “Infâncias negras e antirracismo: desafios ao pensar e agir”, uma investigação interdisciplinar iniciada no início deste ano. 

A pesquisa aborda questões pertinentes às vivências de crianças negras no contexto das práticas educativas, abrangendo como a promoção de práticas antirracistas por parte das famílias pode influenciar positivamente na formação da identidade dessas crianças. O trabalho apresentado pelos estudantes destaca a importância de abordagens pedagógicas que reconheçam e confrontem o racismo estrutural desde a infância. 

Segundo Victor Viana, um dos autores do trabalho, “a participação no Colóquio Internacional foi enriquecedora, pois permitiu a troca de experiências com pesquisadores renomados e possibilitou uma reflexão mais ampla sobre a relação entre psicanálise, descolonização e questões raciais”. 

A estudante Júlia Teodoro complementa, afirmando que “a oportunidade de apresentar nosso trabalho em um evento de relevância internacional foi fundamental para ampliar o alcance das discussões sobre antirracismo e fortalecer a importância de ações que promovam a equidade desde a infância”. 

Sobre o evento 

O 2º Colóquio Internacional de Decolonização e Psicanálise, intitulado “UBUNTU – O mal estar colonial: nossas terras, línguas, corpos, memórias e horizontes de transformação”, aborda a influência da teoria e da prática contra/pós/de/des/anti-colonial nos movimentos contemporâneos, especialmente no contexto do Sul Global. 

A reunião busca compreender as ramificações da geopolítica pós-colonial e sua relevância nos dias atuais. Destacando a transição do século XX para o XXI, o evento desafia paradigmas eurocêntricos e examina como a herança histórica da colonização afeta o inconsciente, a memória e as relações sociais.    

Confira os registros:  

Publicado por Juliana Gonçalves Passos

Notícias Recentes

11 abril 2024
Foi por Amor: pré-estreia nessa sexta-feira (12)
08 abril 2024
Unileste presta homenagem a colaboradores por tempo de casa
05 abril 2024
Paixão de Cristo: Unileste sedia musical “Foi por Amor”